Desafios

Por que pesquisamos sobre escritoras? Por que pesquisar sobre mulheres? Por que baianas? Por que seguir com a pesquisa? Bem, é uma longa história. Não quero parecer piegas, mas para compreender bem as respostas ou pelo menos o porquê dos tantos porquês que, por vezes, tenho ou temos respondido, é que começarei escrevendo no nosso blog algumas observações, a nossa estrada e onde nos encontramos agora.

Facebook Post

A pesquisa surge através do nosso local de fala e das referências que temos de escritoras, de baianas e de mulheres. Ok, ok… Vários quadrados? Você deve estar me endagando daí. Talvez.

Vivemos e percebemos a cultura e a sociedade como heterogêneas e híbridas. Falamos na academia e onde pudemos falar sobre entrelugar, na possibilidade de pensarmos em ambientes sem fronteiras, sem demarcações… Mas, também temos consciência ainda vivemos cercados de amarras sociais e políticas e envolvidos por tantos quadrados com muros cada vez mais altos e com cercas elétricas.

Metáforas à parte. Sim, é neste mundo que estamos inseridos e que percebemos (digo, baseando-me em dados oficiais) mulheres ainda recebendo menos que os homens para realizar serviços ou trabalhos iguais, mulheres ainda não podendo falar em alguns ambientes, mulheres sendo ainda minoria na política, em cargos de liderança e nas tantas representações nas áreas das artes. (Estou sendo sucinta, porque a realidade vai além destes exemplos. Lamentavelmente!)

Desafios… No que tange a área literária, durante os últimos anos, percorremos a Bahia em eventos, Feiras e Festas literárias e é notável ainda a participação reduzida de mulheres nas conferências, mesas de debate e palestras. Vimos também um número crescente de espaços, mesas e debates “personalizados de escrita feminina” para escritoras mulheres poderem falar. Por que mulheres que dialogam com a escrita de forma geral ficam a margem das discussões sobre a Literatura “de forma geral”?

Sinceramente, a ideia de um mundo mais igualitário seria tão bela se assim fosse na prática. Não sendo, resolvemos com redundância falar sobre as Escritoras Mulheres Baianas. Redundância que pode incomodar. Mas, creio que seja oportuna e acima de tudo sincera. Convido você a refletir que aqui na Bahia, na terra de tantos escritores renomados e referenciados é também terra de Ana, Celeste, Cristiane, Clarissa, Mariana, Raiara, Vânia e muito mais mulheres que escrevem, que traduzem através das palavras os seus tempos, os seus locais de fala, por vezes, a sua Bahia e seus múltiplos universos. E tantos universos eu leio e vejo através destas escritoras! Todas elas fazem parte do grupo de escritores, artistas literários, mulheres artistas, mulheres da Bahia que são escritoras daqui e do mundo. Que não pertencem a um só lugar. Ainda creio que as ideias de hibridismo e entrelugar devem resistir…

Mais que um mapeamento de escritoras, são corações abertos emanando amor a arte de escrever…

Anúncios

Um comentário sobre “Desafios

  1. Pingback: Desafios | Escritoras da BahiaEscritoras da Bahia

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s